segunda-feira, 16 de junho de 2008

sábado, 17 de maio de 2008

Santinho!!

Ainda Mais Apanhados RTP

Eu sei que o Blog não está a ser actualizado com a devida frequência... Mas para matar saudades, cá têm mais apanhados RTP.

quinta-feira, 13 de março de 2008

sábado, 9 de fevereiro de 2008

TELERURAL

Este moços são um espectáculo!!!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Isto É Que São Novas Oportunidades!

Este tipo de "NOVAS OPORTUNIDADES" estão a deixar muita gente a pensar...

Mas afinal que formação é esta?

O Verdadeiro Buraco na Estrada!



Isto sim é um grande buraco...

E isto é mesmo um DESASTRE TOTAL!!

(Fotos recebidas via correio electrónico)

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Isto Sim É Publicidade!

A Segurança Social Começa o Ano em Grande!


O Sr. Secretário de Estado da Segurança Social iniciou o ano presenteando os pensionista com um excelente aumento de pensões... Acresce a sua preocupação com a senda despesista que tal aumento vai provocar em muitos pensionistas...


Estranho é que pesquisando notícias na net sobre esta temática tão poucos resultados surjam, não?



O ridículo mata

Paquete de Oliveira, Sociólogo e professor do ISCTE

O ridículo "mata". E este mata o Governo. Mata a dignidade política. Mata o mínimo do sentido humanitário para com o cidadão comum. A decisão de pagar o aumento das reformas, devido em Dezembro de 2007, em 14 prestações durante os meses de 2008, o único epíteto que pode receber é o de uma decisão absolutamente ridícula. E, não obstante, face às reacções dos partidos da Oposição e dos pensionistas, o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social ter vindo ontem rectificar, anunciando que o aumento será pago por inteiro, o mal politicamente está feito. E nem apaga o mérito de ser sempre de elogiar não haver medo de dar a mão à palmatória. É incompreensível como se chega a tomar a atitude anteriormente anunciada. Por mais maquiavélica habilidade contabilística que represente, ela não paga os dividendos negativos ocasionados no modo como certos alquimistas das contas do Estado pensam a solidariedade social.