segunda-feira, 23 de janeiro de 2006

O Desastre do Primeiro-Ministro de Portugal em Noite de Eleições

A vitória de Cavaco parece não ser o que mais incomodou José Sócrates, ao que parece o claro segundo lugar de Manuel Alegre foi bem amargo.

Que explicação existiria então para a triste interrupção a Manuel Alegre? Mostrou claramente que, o que está a tentar fazer é silenciar aqueles que mostram resultados bem superiores aos que a máquina socialista foi capaz de obter….

E como dizia Soares durante a campanha, “e é feio, não é bonito!”

Sr. Primeiro-Ministro tente arranjar um Staff mais competente! E olhe, tente ouvir quem o critica, nenhum de nós é dono da razão!

1 comentário:

Cosmic Men disse...

Eu penso que a ideia inicial era que em caso de derrota ser mais uma derrota do "Só Ares" e não do PS e em especial do PS, mas no final toda gente considerou o PS o maior culpado da grande derrota, embora essa mesma culpa seja por razões diferentes ao que poderia ser, pois o normal era a derrota ser pela mal governação, mas neste caso foi principalmente pela ma escolha, não se falando assim tanto do mal papel do governo.